Chacaltaya – Subida ao cume

O Chacaltaya é um pico nevado de 5.421m de altitude onde funcionava a estação de esqui mais alta do mundo. Devido ao aquecimento global e consequente derretimento da neve, a prática de esqui foi inviabilizada na região. Ainda assim, o caminho até a montanha já vale o passeio, estradas tortuosas e lagoas coloridas compõem uma paisagem bem peculiar.

Estrada Chacaltaya

O grande desafio é chegar ao cume, o que exige certo preparo físico, além de roupas e calçados adequados para a neve. A espertona aqui foi de tênis! Definitivamente não recomendo, achei que meus dedos dos pés fossem necrosar…

Começamos a caminhada e a cada passo eu pensava em desistir, a falta de ar era grande e também tive um pouco de tontura. Masquei folhas de coca pra aliviar e até que ajudou um pouco. Aparentemente o pico estava muito perto, mas vencer aquela pequena distância foi dificílimo. Algumas pessoas do grupo desistiram e voltaram, resolvi contrariar o bom senso e continuar.

Na tentativa de conseguir mais ar, comecei a respirar com a boca aberta e quando percebi estava babando e cuspindo folhas de coca ao mesmo tempo! (Que cena!) Nem sei dizer como, mas eu consegui chegar ao cume (ou ao que eu imaginava ser ele) minha alegria foi tanta que eu nem lembrava mais do sofrimento… Porém, ao olhar para frente, percebi que a montanha tinha o formato de uma letra “M” e que na verdade eu tinha chegado apenas ao subpico. Se quiséssemos chegar ao verdadeiro topo ainda teríamos que encarar uma descida e outra subida. A guia perguntou se queríamos continuar e sem hesitar respondi: “NÃO!”, achando que essa seria a decisão de todos os demais. Então ouvi uma das pessoas do grupo dizer: “Eu vou”. A coragem dele me motivou e me desafiou, rapidamente mudei minha resposta: “Eu também!”.

Chacaltaya Bolivia

A descida inicial nos ajudou a recuperar o fôlego, mas no segundo trecho de subida havia mais neve e foi bem mais difícil, escorreguei algumas vezes e em uma delas afundei minha perna na neve até a coxa. Nessa altura do campeonato desistir não era mais uma opção, estávamos perto demais pra isso. Um pouquinho mais de persistência, alguns perrengues adicionais e pronto! Ali estava eu, olhando o Chacaltaya de cima! Completamente sem ar e com raciocínio em câmera lenta, mas feliz da vida! Devidamente recompensada com uma paisagem incrível e um silêncio absoluto! Infelizmente tivemos que voltar bem rápido, pois o tempo fechou e alguns raios anunciaram a tempestade que estava se formando, mas aqueles poucos minutos de contemplação foram suficientes pra tornar esse dia inesquecível.

Cume Chacaltaya

Minha dica é levar bastante água (a minha acabou no meio do caminho) e deixar um lanche na van pra volta, pois depois de todo esse esforço, você vai ter vontade de comer um boi! O retorno a La Paz parecia não ter fim… Nosso ponto de desembarque foi na Avenida 16 de Julio, de onde saímos com as pernas bambas à procura de um restaurante.

Transporte (Chacaltaya + Vale da Lua): Bs 80
Ingresso: Bs 30

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *