Chapada das Mesas: parada obrigatória no centro-sul do Maranhão

O Parque Nacional da Chapada das Mesas, assim batizado devido ao aspecto achatado das formações rochosas que compõem a sua paisagem, abrange uma área de 160 mil hectares de cerrado e se estende por 4 municípios: Carolina, Riachão, Estreito e Imperatriz. A organização do local em parque é recente, teve início em 2005 e surgiu como forma de preservação ambiental.

Chapada das Mesas

A melhor forma de acesso é ir de avião até Imperatriz e de lá seguir para Carolina. A distância entre as duas cidades é de 225 Km.

Como cheguei sozinha a Imperatriz, tive que encarar a “via crucis”: fui até a rodoviária antiga e de lá peguei uma van para Carolina. Esse percurso foi bem sofrido! Demorei mais de 4h pra chegar, devido ao péssimo estado de conservação da estrada e às interdições parciais da pista para obras. Pra piorar, vários passageiros da van resolveram aproveitar a parada pra comprar milho cozido, tornando o aroma no interior da van terrível! Tudo isso animado por uma trilha sonora em último volume, que parecia agradar apenas ao motorista. Quando finalmente cheguei a Carolina, peguei um moto-táxi para ir até a pousada.

Meus amigos que chegaram um dia antes e estavam em um grupo de 3 pessoas, tiveram bem mais sorte, optaram por alugar um carro no aeroporto. Como tínhamos pouco tempo, o carro (que também pude usufruir no dia seguinte!) foi muito útil, o único inconveniente é que não pudemos utilizá-lo em todos os passeios, já que o acesso a alguns locais só era possível com veículo 4×4.

Há agências que organizam passeios, como a CIA do Cerrado e a Torre da Lua, mas os preços não são nada atrativos. Por sorte conhecemos um guia e negociamos diretamente com ele um dia de passeio para o Riachão, local onde visitamos 3 belíssimas atrações: Encanto Azul, Poço Azul e Cachoeiras de Santa Bárbara.

São muitos os atrativos naturais da Chapada, para que seja possível conhecer todos, segue sugestão de como organizar os passeios:

Cachoeira do Dodô
Acesso: veículo simples + caminhada
Entrada: Gratuita

Essa é uma boa opção para o primeiro dia, pois fica perto do Centro de Carolina. É localizada em propriedade particular, porém, não tivemos problemas para entrar e inclusive almoçamos na propriedade por um ótimo custo-benefício.

Cachoeiras do Itapecuruzinho + Portal da Chapada
Acesso: veículo simples + caminhada
Entrada: Cachoeira – Paga / Portal – Gratuita

As Cachoeiras do Itapecuruzinho estão localizadas a 33km de Carolina e é possível passar o dia por lá, há uma boa estrutura para lanche ou almoço. Se possível, evite a visita em finais de semana, me informaram que o local fica extremamente cheio.

Cachoeiras Itapecuruzinho

Dependendo do horário de partida, ainda será possível pegar o pôr-do-sol no Portal da Chapada, um mirante formado por uma pedra furada, cuja fenda se assemelha muito ao mapa de Tocantins e permite uma ótima vista do Morro do Chapéu e demais formações de platôs.

Localizado a 20km de Carolina, o mirante pode ser acessado por meio de uma trilha curta, de cerca de 150m, mas bem íngreme (prepare o fôlego). É importante certificar-se bem sobre o início da trilha, pois a partir do lugar onde se avista a pedra existem várias opções de trilha, nós por exemplo, escolhemos a entrada errada e demoramos um tempinho pra perceber.

Portal Chapada das Mesas

Complexo turístico da Pedra Caída
Acesso: veículo simples + caminhada
Entrada: Paga

O Complexo Turístico da Pedra Caída, localizado fora dos limites do parque, a 20 km de Carolina, tem como grande atração o Santuário Ecológico da Pedra Caída, uma queda d´água de 46m de altura, esculpida em uma fenda nas paredes de um cânion. O acesso é feito por meio de corredores estreitos, verdadeiros paredões que vertem água, já como uma prévia do espetáculo.

Há também outras cachoeiras interessantes por ali, como a Cachoeira do Capelão e da Caverna (o acesso a essas duas quedas deve ser feito em veículo 4×4), além de outras atrações, como arvorismo e três tirolesas (400m, 600m e 1200m).

Cachoeiras de São Romão e da Prata
Acesso: veículo 4×4 + caminhada
Entrada: Paga

As cachoeiras de São Romão e da Prata estão localizadas no Rio Farinha, o trajeto para a primeira dura cerca de 3h. Nos meses de chuva (outubro a maio) é possível entrar atrás da queda d’agua e curtir um verdadeiro spa natural.

As cachoeiras da Prata são compostas por um conjunto de 3 quedas, que formam um ótimo poço para banho.

Poço Azul + Encanto Azul + Cachoeiras de Santa Bárbara
Acesso: veículo 4×4 + caminhada
Entrada: Paga

Encanto Azul

No município de Riachão, distante cerca de 01h40 de Carolina, está localizado o atrativo que eu mais gostei da viagem, o Encanto Azul, uma espécie de piscina natural com águas que brotam das rochas, de cor azul turquesa e temperatura extremamente agradável. O acesso a ele não é tão fácil, é necessário percorrer uma pequena trilha e em seguida descer cerca de 100m por um cânion. Essa descida é bem íngreme, mas o esforço vale a pena.

Ali nas redondezas também está localizado o poço azul, igualmente belo, porém, muito mais movimentado, devido a seu fácil acesso. Para nosso azar havia uma excursão escolar chegando junto com a gente.

Poço Azul

Após um breve percurso de carro, chega-se às Cachoeiras de Santa Bárbara, lá podem ser visitadas algumas quedas d’água pequenas, mas a principal atração é sem dúvida a que dá nome ao local, com 75m de altura e cor esverdeada, a Cachoeira de Santa Bárbara realmente impressiona. Porém, banho ali é para os fortes, a temperatura é muuuito fria!

Onde Ficar:

Pousada Morro do Chapéu.
Av. Adalberto Ribeiro
(99) 3531-8571
(99) 3531-2516
Diária em quarto duplo: R$60,00

A pousada é extremamente simples e não possui chuveiro aquecido, mas ainda assim achei um bom custo-benefício.
O café da manhã é incluso e surpreende positivamente, há uma boa variedade de pães e frutas.

Operadoras:

Cia do Cerrado
(99) 3531-3222 / (99) 8122-0017
www.ciadocerrado.com.br

Torre da Lua
(99) 9155-3003
torredalua@gmail.com.br

    • Juliana Faria

      Olá Alex!
      Meu guia foi o José Carlos, mas infelizmente já precisei desse contato depois da viagem e percebi que mudou 🙁
      O que eu te aconselho a fazer é pedir informações de guias independentes nas pousadas.
      Tenta entrar em contato com a Pousada Morro do Chapéu, que eu acho que eles vão poder te ajudar: (99) 3531-8571 / (99) 3531-2516

      Abraço e uma ótima viagem!

  1. Olá, Ju! Um prazer enorme prestar minhas homenagens ao seu blog.
    Achei genial e muito perspicaz VC fazer narrativa dos lugares q conhece.

    Sua experiência me contagiou qndo a conheci, aqui, no Maranhão!
    Sou maranhense e tbm adoro viajar.as, nunca havia pensado em viajar dessa forma…livre e solta no universo! Muito interessante sua visão de mundo!
    Parabéns mesmo. Abs

  2. Olá… Agradeço por compartilhar suas experiências, pois servem de incentivo para outros… Pretendo viajar p chapada das mesas, mas fiquei com uma dúvida, o acesso à alguns locais são pagos… Vc poderia informar uma média de quanto custou a entrada nos locais pagos? Abraço…

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *