Cânion do Espraiado – Ótima Opção de Trekking em Urubici

Localizado a 40 km do centro de Urubici, entre a Serra do Corvo Branco e o Campo dos Padres, o Cânion do Espraiado é uma paisagem que inspira contemplação. Incrustado no final de um vale extenso e rico em vegetação, apresenta profundos e imponentes paredões, esculpidos pela erosão ao longo de milhares de anos e ornamentados por uma belíssima queda d´água de 90m, infelizmente inacessível.

Cachoeira Espraiado

Chegar à borda dessa maravilha e desfrutá-la de perto era o nosso objetivo. Para tanto, resolvemos encarar o trekking de 26 km (ida e volta) por caminhos nem sempre tão amigáveis. A princípio pensamos em fazer sem guia, contando apenas com o GPS do celular, mas felizmente o bom senso, impulsionado por uma certa dose de sorte, falou mais alto.

Fomos de carro até o Refúgio de Montanha Rio Canoas, lá estacionamos e quando nos preparávamos para iniciar a caminhada, conhecemos o Mauro, um guia local que nos forneceu informações adicionais sobre o percurso, uma delas, a dificuldade de se fazer o trecho final da trilha caso houvesse neblina, já que essa parte é muito pouco demarcada.

Decidimos ir com ele e creio que essa foi a melhor decisão do dia, além da agradável companhia, sua experiência ajudou demais. A duração desse trajeto foi de aproximadamente 8h, a bateria do celular não teria sido suficiente e com certeza teríamos dificuldade nos quilômetros finais do trecho de ida, mesmo sem neblina.

Iniciamos nossa caminhada por volta das 9h30 da manhã, logo de cara já tivemos que passar por um riacho sobre pedras e abrir duas porteiras que indicavam propriedade privada, mas não tivemos problemas, nenhum proprietário enfurecido apareceu…

Logo em seguida, nos deparamos com a Pedra da Águia, que me deixou com vontade de mudar totalmente os planos e chegar ao seu cume, porém, como nosso tempo estava apertado e não queríamos concluir a caminhada à noite, seguimos em frente.

Pedra da Águia Urubici

O começo desse trekking é muito tranquilo e não gera dúvida alguma, já que o caminho é uma estrada larga de barro e com muitas pedras, por onde passam até mesmo alguns (atenção para a palavra “alguns”) veículos off road. Outros, sem a mesma sorte, ficam pelo caminho…

Passamos também pela RPPN Leão da Montanha, a sigla refere-se a Reservas Particulares de Patrimônio Natural e seu objetivo é a preservação da fauna e flora da região.

RPPN Leão da Montanha

Após 3h de caminhada, chegamos ao Morro da Antena, até esse ponto a orientação continuou sendo bem fácil, na única bifurcação que encontramos nos mantivemos à direita. Desse morro já era possível avistar o Cânion e para quem julgar essa visão suficiente, realmente é dispensável a presença de um guia. No entanto, para os que fizerem questão de chegar à borda, dessa parte do caminho em diante, já fica complicado. Há a possibilidade de se passar por dentro de uma propriedade particular, mediante o pagamento de uma taxa, mas seguimos por outra direção.

Em certo ponto saímos da estrada para pegar o atalho e nos aventuramos pelo meio do matagal, amassando muito barro e seguindo apenas o caminho traçado pelo gado que pasta por ali. Fomos seguindo um riacho e pulando por cima das pedras, o que tornou esse trecho final bastante lento. Felizmente não estava chovendo, caso contrário, passar por ali teria sido bem mais complicado. Com muita lama nos pés, finalmente atingimos à parte coberta por vegetação.

Vale Cânion Espraiado

A visão do Espraiado desse ponto já é muito melhor que do Morro da Antena, porém, ainda não satisfeitos, fomos caminhando até atingirmos a beirinha dos desfiladeiros. Que presente! A visão da cachoeira nos deteve por alguns minutos e em seguida fomos observar as formações rochosas. Uma torre de cume achatado, totalmente isolada das demais elevações, foi a que mais chamou a minha atenção, não me cansei de fotografá-la por todos os ângulos.

Cânion do Espraiado

Nossa vontade era não ir mais embora, mas o tempo começou a fechar e tivemos que acelerar a volta. A altimetria desse percurso é alta e creio que as ladeiras foram mais difíceis pra mim no momento da descida, tive um pouco de dor nos joelhos e bastante incômodo nas pontas dos dedos dos pés. Mas qual é a graça se não houver sofrimento pra contar, não é mesmo?!

Canion Espraiado

Conseguimos chegar no horário previsto, um pouco antes de anoitecer, esgotados, mas devidamente recompensados pela oportunidade de chegar o mais próximo possível do Cânion do Espraiado.

Nível de dificuldade: Moderado

Contato de guia
Mauro
(48) 8456-3444

  1. Oi Juliana!
    Muito bom ler seu texto!
    Dá vontade de ir junto!
    Tenho um grupo de PERNADA em Rio Claro e sou amiga do Jessie (que me passou seu blog)

    Muito bom!
    Vc conhece por estas “bandas” de Rio Claro alguma trilha de no maximo 20km para eu levar meu pessoal?

    Um abraço, parabéns pelo material!

    • Juliana Faria

      Olá Josiane!
      Obrigada pela visita! Que bom q vc gostou do texto 🙂
      Sinceramente em Rio Claro vou ficar devendo. Estive na “Cidade Azul” apenas uma vez…
      Mas estou planejando fazer outra trilha em breve, provavelmente no interior de SP.
      Vou pegar seu contato com o Jessie e podemos combinar algo! Pode ser?

      Abraço!

  2. Olá Juliana, estive lendo seu texto, moto legal, vou pedalar por urubu em breve, essa rota que tu fez e possível de bike?
    Digo para alguém bem condicionado com bike específica, e mão barro no caminho toda vida, ou em partes onde vegetação e mais fechada?

    • Juliana Faria

      Olá Carlos,

      Em Urubci e arredores há muitos roteiros interessantes pra se fazer de bike, mas essa trilha especificamente eu não recomendo… Há trechos de vegetação muito fechada, riachos que precisam ser transpostos sobre as pedras, além de ladeiras muito íngremes e com barro muito escorregadio. Chegamos a ver jeeps que tiveram que desistir no meio do caminho.
      Minha sugestão pra vc nessa viagem são pedais como Serra do Corvo Branco, Serra do Rio do Rastro e Morro da Igreja.
      Tenho posts sobre esses locais no blog e se precisar de mais detalhes, será um prazer ajudar!

      Boa viagem!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *