Carnaval em Paraty: Muvuca na medida certa.

Deixou os planos de carnaval pra última hora e ainda não tem nada em mente? Se você curte agito de “nível moderado”, sem o inconveniente das grandes multidões, a simpática cidade colonial pode ser uma opção! Famosa por oferecer aos foliões um ótimo carnaval de rua, animado por diversos blocos ao longo de todo o dia (e noite), a cidade que já atrai normalmente muitos visitantes, bomba nessa época!

Leia mais…

Casapueblo: Refúgio, ateliê e obra-prima de Vilaró

Localizada em Punta Ballena, a 15 km do centro de Punta del Este, a Casapueblo é fruto do empenho e persistência de Carlos Paes Vilaró, que dedicou 36 anos de sua vida a essa construção. O resultado é surpreendente, uma imensa obra de arte localizada em uma bela e íngreme encosta, “um protesto contra a linha reta”, segundo definição do próprio artista.

Leia mais…

Colônia del Sacramento: Arquitetura portuguesa às margens do Rio da Prata

Colônia del Sacramento é uma cidadezinha excelente pra se passar um dia ou uma vida inteira! É um lugar que encanta em cada detalhe, onde tudo parece ter sido planejado pra ser charmoso. O tempo ali passa devagar, o gostoso em Colônia é andar sem pressa, descobrir cada cantinho colorido, encantar-se com a arquitetura, com os restaurantes aconchegantes e contemplar o Rio da Prata até cansar (difícil!).

Leia mais…

Montevidéu: Pequena (pero no mucho!)

Sabe aquela ideia de conhecer Montevidéu em dois dias? A menos que essa seja sua única opção, desista! A capital do “paisito” é pequena sim, mas tem diversos atrativos e nem todos ficam tão próximos.

Acho interessante dividir os dias disponíveis por bairros, dessa forma o tempo rende mais!
Segue sugestão de roteiro:

Bairro: Ciudad Vieja

O bairro Ciudad Vieja foi a parte da cidade que mais me agradou, repleto de monumentos e pontos de interesse, é uma opção para um dia inteiro de passeio, ou até mais.

Leia mais…

Bodega Bouza – Vinícola moderna e almoço memorável!

Visitamos a Bodega Bouza em setembro e o único inconveniente foi que essa não era a época da colheita das uvas… Logo, as parreiras que eu tanto ansiava ver, estavam “peladas”! Confesso que fiquei frustrada com isso. Depois descobri que para vê-las carregadas eu deveria ter programado minha visita entre fevereiro e meados de março, mas todo o resto foi tão perfeito, que recomendo esse passeio em qualquer época.

Leia mais…

Travessia da Ponta da Juatinga

Essa clássica travessia pelo litoral de Paraty, por muito tempo fez parte da minha lista de desejos, além do desafio físico e da beleza natural da região, o contato com a cultura caiçara sempre despertou meu interesse. Demorei a colocar esse projeto em prática porque queria realiza-lo sem pressa, com tempo suficiente pra curtir cada lugar. Apesar da ansiedade, optei por fazer a trilha apenas nas férias, reservando assim 6 dias para explorar a região. Tenho que dizer que valeu a espera!

Leia mais…

Sucre: A cidade branca

De todas as cidades que visitei na Bolívia, Sucre foi a que me pareceu mais bonita e organizada. Localizada no Departamento de Chuquisaca, é a capital Constitucional da Bolívia e abriga órgãos importantes, como a Corte Suprema de Justiça. Em uma rápida caminhada por suas ruas percebe-se a razão do apelido que ganhou: “cidade branca”, os edifícios coloniais são predominantemente dessa cor e a uniformidade, longe de transmitir monotonia, como se possa imaginar, confere uma identidade visual muito peculiar à capital.

Leia mais…